terça-feira, 14 de fevereiro de 2012

Digna de Compartilhamento


"Rasgar o peito, abrir  uma fenda  e permitir que alguém more ali, em nós, não pode mesmo ser indolor, certo? Dói, dá medo, é a cura dentro da própria doença, o mesmo principio da vacina" (Luna)

4 comentários:

Luna Sanchez disse...

Pois é, dói, dá medo e também nos proporciona as melhores sensações que existem! Sentir é, além da gramática, verbo transitivo e in-tran-si-gen-te.

;)

Obrigada pela citação, que bom que gostou.

Um beijo, Danilo.

✿ chica disse...

Linda frase da Luna!Gostei! abraços,chica

Murilo André disse...

legal cara, o meu a fraco ninguem entra, rsrs(Droga!)

qualquer coisa neh

http://poesiainroll.blogspot.com/

Luís Coelho disse...

Este pensamento da Luna é muito interessante.
O amor fará a fenda no peito ou será a cura...?

Eu quero que o amor seja a doença e que a amizade e o respeito, a partilha e a concórdia sejam a cura milagrosa e constante.

Passei e vou seguir este espaço.

Postar um comentário

coloque seus pensamentos para fora... comente!

Receba Atualizações

 
;