sábado, 17 de março de 2012

Preconceito, Problema Social?

Ray Charles e Stevie Wonder




Um não pode ver o talento do outro. Mas pode ouvir (sentir).


Ambos artistas tem historias de luta e desafios. Não permitindo que um bloqueio visual, atrapalhasse o talento que vem de algum lugar de dentro deles, que ainda nos não descobrimos. 


Quando recordamos de artistas assim, e de outros que fizeram história, coloca-se uma questão em pauta. Julgamos tanto e achamos justos os preceitos que a sociedade nos cede de graça e sem avisar, que esquecemos que artistas como tais, foram evangélicos, drogados, divorciados, negros, homossexuais, boêmios, diferentes e comuns, assim como você e eu. Cada um tem em particular a ideia de julgarmos com antecedência, sem antes notar um talento verdadeiro, sentindo que ele é bem maior que qualquer tipo de pré-conceito, qualquer tipo de julgamento pré estabelecido. 


Nos não ligamos se são gordos ou velhos e se ainda estão vivos. Simplesmente ouvimos a musica e deixamos que ela faça o resto. Um fechar de olhos, um movimento com a cabeça ou um chacoalhar de ombros, tudo indica que estamos gostando e apreciando o talento alheio. E não importa se tudo mostra que foram pessoas problemáticas ou depressivas, nem mesmo se são gays ou prostitutas, no final das contas, não interessa. 


O talento transcende o inevitável e a sociedade caminha para isso. Compartilhar mais, (nem que seja pelo Facebook), é agradável, nós não queremos saber se a pessoa que vai receber,  tem dinheiro ou um carro legal.


Homens com talento, também passam agonias, assim como você que está lendo esse texto. A musica, (ou talento), percorre a quilometragem da terra em tempos que duram vidas inteiras. Uma boa musica não morre, com 20 anos ou ainda que seja, 100 anos, quem dirá um talento que vai muito além disso, se os pensamentos estão presentes desde de os tempos antes de Cristo, talentos estão vivos a muito mais além disso. 


A sociedade aceita ao longo que os anos vão se passando. A menos de um século atrás, um cantor de qualquer gênero, não se apresentava para públicos negros e brancos se estivessem juntos, na mesma área, acredita? Isso a pouco tempo atrás, caso o cantor Rai Charles, não se negasse em realizar um show com publico apenas para brancos, talvez isso ainda permutaria por alguns anos, mas acabaria, assim como escolas apenas para meninos ou meninas (em alguns países ainda existe), como a ideia de extinção dos judeus, a mulher no mercado de trabalho, a escravidão, a caça as bruxas, e se formos voltando, vai haver muitas outras, uma hora é inevitável, a sociedade precisar mudar. Quando somos em maior numero, percebemos que talvez aquela seja a melhor forma de evoluir, acredito eu que não há de prosseguir  problemas sociais, religiosos e sexuais, não podendo negar que ainda permanecerá por muitas gerações.


Como na musica, o talento vem de pensamentos, pensamentos esses que são invisíveis a visão. Não vemos melodia, mas sentimos, (por isso escolhi o vídeo acima) e o sentimento que está além de tempo e espaço, é simplesmente querer bem de alguém, compartilhar algo, (como no Facebook), nos gostamos disso, somos sociáveis o suficiente para vermos (sentirmos) que ser social, não é ser de uma tribo, torcer para um time, ser de uma etnia ou ainda uma religião contraria. É somente a busca natural de melhorarmos em conjunto. 


Se continuar assim, no final, quando a sociedade estiver uniforme, (se isso vier a acontecer), os seus filhos, netos e bisnetos, poderão vir a ser, o que os velhos chamam hoje de; pessoas que não tem "vergonha na cara", os de meia idade chamam de; "puta ou viado", e a gente, se não tivermos dependendo da bagagem social, podemos pensar que; "são só pessoas modernas".

2 comentários:

Acáci@ Estrada (Árvore de Outono ) disse...

Dani,

É muito bom que tenhas tocado nesse assunto. Hoje, estive numa igreja evangélica. Presenciei uma criança cantando um louvor. Foi uma das cenas mais lindas que já vi, pois estou habituada a ouvir crianças cantarem "ai se eu te pego" ou outras letras mais explicitas... pois bem, mt pertinente a sua colocação. Os pregadores Cristãos foram persseguidos desde os tempos de Cristo. Atualmente não mudou muita coisa.

Fica na paz, irmão!

ROBERTO BRAZA disse...

Simplesmente maravilhoso!!! Um magnífico vislumbre sobre o longínquo futuro da sociedade humana!!! Parabéns!!! Estamos a um terço do quinto do caminho em direção a essa realidade, que será assim mesmo, se continuarmos na direção que caminhamos hoje. Só precisamos rezar para que não apareça outro idiota como Hitler, ou mesmo torcer para que ditaduras não venham a atrasar esse processo de transformação social que um dia se estabelecerá com certeza! Abraços!

Postar um comentário

coloque seus pensamentos para fora... comente!

Receba Atualizações

 
;